Novo Projeto – AeroPortal

aeroportal_jpg

Bom dia, boa tarde, boa noite, conforme a ocasião, pilotos e futuros pilotos!

Como estão os senhores e as senhoritas? Espero que bem! Bom, estou fazendo esse post para anunciar meu novo projeto: o AeroPortal!

Como disse neste post, estava trabalhando em um novo projeto juntamente com grandes nomes da aviação na internet, e esse projeto finalmente ficou pronto! (Tudo bem que já faz 1 mês que ele está no ar, mas é agora que as coisas vão começar a funcionar como deveriam ;)). Trata-se do AeroPortal, um portal (ah vá) sobre aviação! Lá estamos colocando as principais notícias da aviação, bem como textos e colunas de grandes nomes da aviação brasileira, fotos, podcasts, vlogs e uma infinidade de outras coisas relacionadas à aviação. Os melhores geradores de conteúdo para aviação da internet estão lá! É uma grande conquista e um novo grande passo para a aviação na internet. Tudo de melhor está lá!

Portanto, gostaria de dizer que, oficialmente, o Blog Futuros Pilotos deixará os céus virtuais e vai finalmente pousar e ficar em exposição para todos os futuros pilotos! Os conteúdos aqui postados ficarão disponíveis sempre que vocês precisarem 😉 O foco agora está neste novo projeto, o AeroPortal. Então, todas as novas notícias, colunas, textos, podcasts, vlogs, fotos, tirinhas e tudo mais estarão em um único lugar, o AeroPortal! Faça uma visita no site e aproveite o melhor conteúdo sobre aviação da internet!

Novamente agradeço a todos pela atenção, pelo carinho, pelos comentários, feedbacks, e pelas visitas nesses quase 3 anos de blog Futuros Pilotos. Ah, e vou contar um segredo: lá no AeroPortal eu terei uma coluna falando sobre a carreira de piloto, então fica ligado lá que vai ser uma coluna muito legal e que com certeza vai ajudar muitos de vocês 😉

Obrigado pessoal, nos vemos lá no AeroPortal!

Abraço!

Fábio Miguel

Humildade – Palavra-Chave na Vida e na Aviação – Thalyson Ramos

Olá Senhores,

Venho mais uma vez  compartilhar uma história com vocês. Todos nós já ouvimos alguém (pai, mãe, avós) falar sobre humildade pra gente, e até mesmo já foram postados vídeos de outros blogs falando sobre o assunto. Dizem que é uma coisa muito importante, que faz você ser uma pessoa benquista por todos e etc…

E os senhores têm de concordar comigo que humildade pode ser, infelizmente, considerada uma “ferida” na aviação. Devido à falta dela em muitos comandantes, instrutores e, até mesmo, em alunos. Isso pode ser o reflexo dos filmes, que nunca retratam a aviação como ela é e sempre mostram os pilotos como um símbolo da arrogância e prepotência.

Então eu venho aqui para contar uma experiência minha. Esses dias eu fui até o aeroclube “X”, aqui em Curitiba, e quando cheguei ao balcão, os rapazes que lá estavam, não foram capazes nem de me olhar direito na cara. Tentei fazer perguntas básicas como:

– Vocês têm algum lugar aqui que dá pra ver os aviões?

Esperava que me convidassem para conhecer as instalações, mas eles apenas responderam em um tom grosso e arrogante quem se eu queria ver os aviões, era pra eu ir no gramado ao lado do aeródromo. Uma pena, pois eu estava convicto de que iria realizar PP, PC e INVA naquele aeroclube. Mas agora vou mudar de instituição, pois fiquei realmente decepcionado com o tratamento que recebi. Enfim. Saindo de lá, fui até a escola de aviação “Y” onde fui muito bem recebido por um instrutor de helicóptero. Ele me levou por toda a escola e, além dos Cessnas, abriu também o Seneca para eu dar uma olhada 😀

Mesmo assim, lá na escola de aviação “Y”, ninguém me cumprimentou direito enquanto estava andando com o instrutor (quanta arrogância, senhores). Chegavam, pegavam na mão dele e diziam:

– E ai, “fulano”. Tudo beleza?!

Os mais educadinhos me olhavam de cima em baixo e diziam:

– E ai cara…

Por incrível que pareça, teve gente que fez de conta que eu nem estava ali (eles não param pra pensar que as horas de voo que os entusiastas um dia vão pagar é que manterão o aeroclube e/ou a escola de aviação em funcionamento). Mas, teve um senhor, de uns 40 e poucos anos, que chegou, cumprimentou o instrutor e olhou para mim. Pegou na minha mão com firmeza, e me olhando nos olhos perguntou como eu estava. Ele comentou comigo sobre a escola, me tratou como se eu também fizesse parte ali da instituição. E sabem quem era esse senhor?

Um Comandante da Gol, proprietário dessa aeronave:
Então eu queria passar aos senhores o seguinte: Com humildade realmente se vai mais longe, afinal, dos que me ignoraram, a maioria eram alunos. Se eu não me engano, um era INVA, mas NENHUM era um comandante de linha aérea, dono de uma bela aeronave (uma coisa dessa dá para parar e refletir, não acham?).

E pra concluir, gostaria de deixar um conselho que recebi uma vez de um senhor chamado Iris, que na época, 6 anos atrás, aproximadamente, tinha 70 anos de idade e fora comandante internacional. Ele me disse o seguinte:

– Olha, “meu filho”, quando você for um grande comandante, seja humilde, considere todos, desde o pessoal que limpa os banheiros do aeroporto até o seu copiloto e seus comissários. Eu fui um homem muito arrogante, “pisava” em todos que estavam abaixo de mim. Muitas vezes mandei meu copiloto calar a boca, dizendo que EU sabia o que estava fazendo. E hoje, eu não tenho nem uma aposentadoria, pois a companhia faliu e me deixou totalmente na mão. Dependo dos meus filhos para a compra do mês e para outros gastos, pois não tenho mais condições de voar. Enquanto estava bem, não investi meu dinheiro em nada, pois era tão arrogante que achava que eu nunca ia ficar sem dinheiro. Então, sempre lembre-se de que a humildade é a palavra-chave na vida e na aviação!

Assim me disse aquele velho senhor, ex-comandante, do qual jamais esquecerei. Então pessoal, é isso aí.

Espero ter feito vocês refletirem um pouco sobre esse assunto tão complexo e importante em nossas vidas e carreiras. Se você ainda não ficou convencido de que com humildade se vai mais longe, é só lembrar que Barack Obama ocupa um dos cargos mais altos do mundo, e mesmo assim, não deixa de comer nas
lanchonetes populares. Assim como Mark Zuckerberg, criador do venerado Facebook, que poderia ter se casado no salão de eventos mais caro do mundo e optou pelo jardim de sua casa 😀

Agradeço ao Miguel por ter a humildade em postar meus textos, pois podia simplesmente ignorá-los. Obrigado Cmte. 🙂

Grande abraço a todos!

Thalyson Ramos

.

Thalyson Ramos – "Vergonha Aeronáutica"

Em Julho do ano passado, não me recordo o dia exato, estava voltando de Sao Paulo para Curitiba em um voo da Webjet. Como já tinha voado com a companhia no dia anterior, já estava me sentindo familiarizado, então quando entrei no avião, já fui logo pedindo à comissária se podia visitar a cabine.

Ela educadamente disse que não e acrescentou que apenas no fim do voo eu poderia fazer uma visita àquele lugar tão venerado. (A sessão vergonha já começou por ai rsrsrs) Sentei no meu assento e o embarque continuou acontecendo. Então teve um momento em que ninguém mais embarcou, mas as comissárias continuaram ali na porta como se estivessem esperando por alguém, então eu pensei (errado):

– Bom, se eles estão com esse “tempinho livre” agora, por certo poderei visitar a cabine, não é?

Ainda não satisfeito com o corte que acabara de levar, me levantei e fui até outra comissária e obtive a mesma resposta educada, mas que te deixa envergonhado perante os passageiros que ouviam a sua pergunta. Então voltei para o meu assento. Como se não bastasse não poder visitar a cabine, eu ainda estava na poltrona do meio, pois havia perdido o voo do dia anterior e aquele era o único lugar que me restara (tudo bem oque importa é voar, né? :D)

Ao meu lado esquerdo, o homem que estava na janela parecia um condenado sentado na cadeira elétrica, atracado na poltrona. Suava como se estivesse em uma caminhada no deserto, os olhos permaneceram fechados o tempo inteiro, exceto por alguns 3 segundos que ele deu uma olhadinha para fora na hora da decolagem e depois voltou a ficar da mesma forma até o fim do voo. (Foi engraçado rsrsrsrs)

O pouso foi perfeito, o tempo estava fechado e, pelo que imagino, o teto devia estar a aproximadamente uns 3 mil pés. Após a parada no gate pensei:

– É agora!

Esperei que metade dos passageiros fossem desembarcados e então fui com a mesma cara de pau.

– Moça, será que agora eu poderia visitar a cabine?

– É claro, respondeu ela com um sorriso se dirigindo a porta da cabine.

E é agora que chega o ponto dessa história que eu gostaria de passar aos senhores. Muito eufórico, entrei na cabine como um paparazzi, tirando foto de todos os instrumentos e de todos os ângulos possíveis, e em uma tentativa de interagir com Comandante e Copiloto, disse as seguintes palavras cruciais:

– Boa tarde senhores, me deem licença. Vou tirar algumas fotos, pois o meu sonho é um dia estar no lugar, (NO LUGAR) dos senhores.

Falei com um baita sorriso. E então o copiloto, que estava escrevendo algo, parou tirou seus óculos escuros virou para mim e disse em um tom mais sadico possível:

– Poxa cara, a gente tem família, sabia? Voe com agente, mas não no nosso lugar… =O

E assim caiu na risada junto com o comandante, que tambem achou engraçado. Enquanto isso, eu, que na hora nem entendi direito, fiquei ali parado, tipo trouxa, olhando eles rirem da minha cara. Então, depois de muita risada, o Cmte. disse (para me conssolar com certeza):

– É só estudar cara, só estudar!

Então eu agradeci e sai. Aposto que quando aquela porta se fechou, o comandante deve ter feito algum comentário, com ar de brincadeira, do tipo:

– Essa foi boa, copila. Coitado do cara, ficou sem o que falar.

Após sair dali, como sempre acontece, comecei pensar no que poderia ter falado, como:

– Ah, mas quando eu estiver no seu lugar, você já vai estar em um 747, ou no minimo vai ser um Cmte. respeitado. Mas sabe como é, né? Estava nervoso e maravilhado, pois já tinha voado, mas nunca entrado na cabine. Foi melhor ficar quetinho e engolir em seco rsrsrs. E outra, se falasse algo assim, poderia ter ofendido algum deles.

Falando em entrar na cabine, gostaria de dizer uma coisa para quem nunca entrou no cockpit de uma grande aeronave: “Faça isso assim que puder, pois a sensação é maravilhosa!” É como se a partir daquela porta, você fizesse parte integral da aeronave, como se pudesse senti-la do nariz a cauda, e como define aquela frase, que em uma filosofia poética afirma que “O aviador é aquele que sabe respeitar a máquina e integra-se a ela, tornando-se o cérebro de um corpo forte, ágil e valente”.

Moral da história: sempre pensem no que vão falar, pois você fica um pouco oprimido e nervoso ao falar com eles, mas eles, nem um pouco ao falar com você. Afinal, eles são os pilotos, e você o entusiasta 😀

Espero que tenham gostado.

Pela sua atenção, muito obrigado 😉

Um grande Abraço a todos.

Thalyson Ramos

.

O Curso de Comissário de Voo

Bom pessoal, como disse no post de ontem, terminei o curso de CMV. Eu até tinha em mente fazer algo como os relatos das aulas, mas por falta de tempo para isso, não consegui. Entretanto, gostaria de fazer um texto, algo como um relato geral do curso, expondo meus pontos de vista, contando alguns “causos” e mostrando um pouco do curso como um todo. Creio que isso vá ser interessante para todos os leitores, especialmente aqueles que estão em dúvida sobre fazer ou não o curso. Então, sendo breve, mas tentando detalhar ao máximo, vou colocar aqui para vocês um pouco do curso.

Continuar lendo

A Vida de um Futuro Piloto – Primeira Navegação

E aí Cmtes, tudo tranquilo? Maravilha!

Dando continuidade com os relatos por aqui, mesmo em fase de mudança no blog, hoje trago até vocês o relato da minha primeira navegação, que teve por destino a cidade de Ourinhos, em São Paulo. Espero que apreciem o relato 😉 Sem mais demoras na escala, vamos para o texto!

Continuar lendo

A Vida de um Futuro Piloto – Últimos TGLs

E aí Cmtes, tudo tranquilo? Maravilha!

Conforme prometido para vocês no último relato, aqui está a parte final dos últimos voos que realizei nos últimos tempos. Assim como o último relato, este voo engloba dois voos, um de uma hora e outro de duas horas. O motivo, também já explicado no último relato, é o simples fato de não tornar todos os relatos repetitivos. Então acompanhem o último relato de voo dos voos de TGL do meu curso de PP. Agora, que venham as navegações, voos noturno e o check =D

Continuar lendo

A Vida de um Futuro Piloto – Um Voo Desperdiçado e Outro Bem Aproveitado

E aí Cmtes, tudo tranquilo? Maravilha!

Dando continuação ao último relato que fiz e também sobre o dia em que voei 3h pelo aeroclube, neste relato conto os outros dois voos que realizei naquele dia. Coloquei os dois juntos, pois um deles não teve quase nada para falar e ia valer a pena fazer um relato só sobre ele. E também, como os voos são todos iguais, colocar sempre as mesmas conversas com a torre fica repetitivo. Então foquei mais nos detalhes do voo em si e nas atividades. O próximo relato também será no mesmo estilo, isto é, dois voos juntos. Porém, agora terminei meus voos normais de treinamento e vou começar as navegações, então nos relatos das navegações colocarei as conversas com a torre novamente, as paisagens das viagens e todos os detalhes.

Espero que apreciem os relatos abaixo 😉

Continuar lendo

A Vida de um Futuro Piloto – O Retorno

E aí Cmtes, tudo tranquilo? Maravilha!

Depois de quase um mês sem voar, este relato marca o meu retorno aos céus para concluir o curso de PP. Este foi apenas um relato, dos 5 que estão por fazer. Conforme for conseguindo tempo, vou colocando os demais. Pode ser que eu faça o relato de dois voos no mesmo post para não ficar muito extenso e repetitivo. Só para informar, terminei minhas missões de TGL, agora só faltam as navegações para concluir o cronograma e fazer o voo de check. Boa leitura a todos 😉

Continuar lendo

A Vida de um Futuro Piloto – Uma Fonia Diferente

E aí Cmtes, tudo tranquilo? Maravilha!

Mais um voo completado, 23h de voo finalizada e mais um relato para vocês. No voo que realizei nesta segunda-feira, fiz algo que nunca tinha feito antes… O que? Só lendo o post para conferir (e aprender um pouco mais ;))

Continuar lendo

A Vida de um Futuro Piloto – Voltando aos Céus

E aí Cmtes, tudo tranquilo? Maravilha!

Depois de um tempinho sem relatos, voltei com eles. Por que eu não estava postando? Simples, porque não estava voando, hahaha. O motivo você saberão ao ler o post. Demorei um pouco para terminar esse relato também, pois tive alguns imprevistos enquanto estava escrevendo ele, então só consegui finalizar hoje. Mas chega de papo. Para ler, é só clicar abaixo ou no título da matéria 😉

Continuar lendo